Comandante da 38ª Companhia de Comandos - General Pinto Ferreira
Elisabete Gonçalves
Amiga e testemunha da
38ª Companhia de Comandos


TEXTOS DA ELISABETE PARA A 38ª COMPANHIA DE COMANDOS

Um dia....

 

Gampará-Guiné, 1972

Um dia, daqui a muitos anos, talvez no dia em que eu fizer 64 anos...vou poder dizer o que estava a pensar quando me tiraram esta foto.

Vou poder dizer que prometi a mim mesmo que a minha vida ganharia cor nas telas que pintarei, que amarei muito a família que vou ter, que farei todas as engenhocas que imagino em noites mal dormidas, que prometo a mim mesmo nunca mais passar sede, que nunca perderei de vista os meus irmãos da 38 nem esquecerei os que tombaram, que serei o homem que quero ser...e que viverei, prometo, o melhor que souber e puder...os dias que ainda me faltam viver!
Se Deus me der a chance... prometo. Juro que prometo! Palavra....de “leão”!

 

 



TEXTOS DA ELISABETE



Trigésima Oitava Companhia de Comandos
A Sorte Protege os Audazes
Guiné 1972 - 1974

Alguns dos conteúdos disponíveis neste website podem chocar pessoas mais sensíveis.
Recomendamos discrição na visualização dos mesmos.

Todos os direitos reservados © 2015.