38ª Companhia de Comandos

A TRIGÉSIMA OITAVA COMPANHIA DE COMANDOS OPEROU NA GUINÉ ENTRE 1972 E 1974




Mapa da Guiné Portuguesa - Zonas de intervenção da 38ª Companhia de Comandos

Mapa da Guiné Portuguesa

 

 

1972

A FORMAÇÃO EM LAMEGO

2 de JANEIRO 1972
Início da mobilização da futura 38ª CC no CIOE do Exército Português em Lamego.

27 de MAIO 1972
A 38ª CCMDS foi mandada constituir por nota circular nº 3017/ PM de 27Mai72 da 3ª REP/EM/ME tendo como unidade mobilizadora o CIOE da RMP;

4 JUNHO 1972

Termina o curso de ''COMANDOS'', instrução ministrada no CIOE, com aproveitamento de 8 soldados Cadetes, 25 soldados instruendos do CSM, e 127 praças.



GUINÉ

29 JUNHO 1972

Todo o pessoal da 38ªCCMDS está reunido em Bissau.


FASE OPERACIONAL

10 JULHO 1972

A 38ªCCMDS segue em coluna rodoviária para Mansoa, para dar inicío á fase de ambientação no Ultramar até 13 Agosto 1972.
Ver mais detalhes...

12 JULHO 1972
Inicia-se a fase Operacional tendo por finalidade dar a conhecer à 38ª. CCMDS. as características do terreno e do IN, e o tipo de actuação em face das missões atribuídas. 



13 JULHO 1972
Operação "Fatiota I"
Ver mais detalhes...

15 JULHO 1972

Primeira baixa da 38ª Companhia de Comandos
Soldado CMD Ilídio da Costa Moreira


24 e 25 JULHO 1972
Operação Feitura I - Região de Gã-Fará
Ver mais detalhes...


26 e 27 JULHO 1972
Operação Feitura II - Região de Gã-Fará
Ver mais detalhes...

2 AGOSTO 1972
Referência Elogiosa
Ver mais detalhes...


8 AGOSTO 1972
Operação Fadista - Região de Mansoa

2ª baixa da 38ª CC
Soldado CMD Francisco José Matos Silva
Ver mais detalhes...





14 AGOSTO 1972

Cerimónia de imposição dos crachats - Brá - Bissau



FASE GAMPARÁ
Ver mais detalhes...

15 AGOSTO 1972

Deslocação para Gampará


13 SETEMBRO 1972

Operação “Águia Errante” - Gampará
Ver mais detalhes...

2 NOVEMBRO 1972
Saída de Gampará e regresso a Mansoa



FASE TEIXEIRA PINTO

4 NOVEMBRO 1972
Deslocação para Teixeira Pinto
Ver mais detalhes...


20 e 21 NOVEMBRO 1972
Operação Jamanta
 
3ª e 4ª baixa da 38ª CC
Ver mais detalhes...

21 NOVEMBRO 1972
Referência Elogiosa
Ver mais detalhes...


31 DEZEMBRO 1972
Operação Jovenca  - Região do Cacheu / Caboiana
Ver mais detalhes...


1973

31 JANEIRO 1973
O desastre da Ponte Alferes Nunes

5ª, 6ª e 7ª baixa da 38ª CC
Ver mais detalhes...



FASE MANSOA 2
3 de Fevereiro a 15 Junho 1973
Ver mais detalhes...


28 MARÇO 1973
Operação "Jogada XIII"
Ver mais detalhes...



9 a 13 MAIO 1973

1ª Escolta a Guidage

8ª baixa da 38ª CC
Ver mais detalhes...


21 MAIO 1973

Louvor outorgado à 38ª Companhia de Comandos por sua Excelência o Cmdt. Chefe das Forças Armadas da Guiné Senhor General António de Spínola.
Ver mais detalhes...


29 MAIO 1973

2ª Escolta a Guidage
Ver mais detalhes...


Mensagem Capitão Pinto Ferreira
Ver mais detalhes...


Bolama - Descanso operacional
Ver mais detalhes...


Recompletamento da Companhia
Ver mais detalhes...



ALTERAÇÃO À COMPOSIÇÃO DA COMPANHIA NO MÊS DE JULHO DE 1973

A esta altura em Bissau , toda a segurança ao Palácio Do Governador era assegurada pela 35ªCCmds, em permanência, e já desde o mês de Março73, e onde iria ficar até término da comissão.

Com o aproximar do final da mesma , foi ordenado á 38ªCcmds o envio de um grupo de 15 elementos, com destino á 35ªCCmds, afim de se inteirarem do serviço de guarda e segurança do Palácio para futura substituição.

H.U. CAP. I - Pág. 24 ANEXO XIV

ADIDOS EVENTUAIS
16JUL73- Que nesta data se apresentaram na 35ª. CCMDS. em missão de serviço os seguintes militares da 38ª. CCMDS.;
ALF MIL CMD CARLOS MANUEL SOUSA ALMEIDA
1ºCABO CMD ADELINO PERFEITO DE ALMEIDA SOARES
1ºCABO CMD DANIEL DOS SANTOS MIRANDA
1ºCABO CMD JOÃO ALBERTO CARREIRA
SOLDADO CMD CUSTÓDIO ALVES DA SILVA
SOLDADO CMD JORGE MANUEL CARVALHO DE BRITO
SOLDADO CMD LUIS MANUEL DA SILVA DAMAS
SOLDADO CMD JOÃO PEREIRA CARDOSO
SOLDADO CMD MÁRIO CARRONDO MARTINS
SOLDADO CMD JOSÉ AUGUSTO MARTINS DOS SANTOS
SOLDADO CMD JOSÉ ANTONIO DOS SANTOS PEREIRA LEÃO
SOLDADO CMD ANTONIO PAIS
SOLDADO CMD ALEIXO PINHEIRO ANTUNES
SOLDADO CMD FERNANDO DE BARROS ALMEIDA
SOLDADO CMD MANUEL VIEIRA
1ºCABO CMD MANUEL ANTONIO DA COSTA


TRANSFERÊNCIAS

18 JULHO 1973

ALF CMD NM 01647367 AGOSTINHO SARAIVA DA ROCHA - Que nesta data marchou para a C. Caç 14 por ter sido transferido para aquela unidade.


23 JULHO 1973

As, 1ª, 2ª E 3ª CCMDS AFRICANOS actuam a partir do Rio Caboiana com infiltração nas matas Caboiana-Churro.
38ª. CCMDS. , Actuando isoladamente - Patrulhamento ofensivo com emboscadas nas penínsulas do Balenguerez, Pijame, Burné e Chumpia.

RESULTADOS OBTIDOS - Os constantes no relatório da Operação do Batalhão de Comandos da Guiné.

24 JULHO 1973
Regresso a BISSAU da 38ª. CCMDS. integrada no BCMDS, finda a Operação ''MALAQUITE UTÓPICA''.

Operação Malaquite Utópica

31JULHO 1973
Pela MSG 2538/C do CM. OPER. a 38ª. CCMDS. desloca-se para MANSOA a fim de reforçar as forças de permanência deste sector, passando ao Comando Operaçional do BCAÇ 4612 pelo período de 3112h00JUL73 até 0424h00AGO73.

1 AGOSTO 1973 - Mansoa
Requisitada pelo COM OP do BCAÇ 4612 , a 38CC inicia nesta data uma OP, com a duração de tempo inédito na Guiné, nas Regiões de ENCHUGAL. Nesta região, a BOLANHA de FANE, Junto ao RIO MANSOA (ENCHEIA), era utilizada frequentemente pelo IN para cabanço de material de guerra e transporte de alimentos, vindos do Senegal com destino á mata do ÓIO. Segundo informação, nas próximas três noites deveria ocorrer movimento IN nesse sentido.

Nos Dias 01-02-03-04 AGOSTO 1973 a 38CCMDS executa patrulhamentos ofensivos com emboscadas nas regiões de Enchugal, Bissorá, Rossum e Dana.

FORÇA EXECUTANTE - 38ª CCMDS
RESULTADOS OBTIDOS - Durante as três noites a 38CC permaneceu emboscada nas bolanhas com o pessoal totalmente submerso, apenas sendo visível o armamento e tronco, nos trilhos emboscados apenas foram detectados elementos da população nunca se confirmando a passagem de ementos IN.



5 AGOSTO 1973
A 38ª CCMDS regressa a BISSAU-BRÁ BCMDS findo o periodo operacional determinado.

30 AGOSTO 1973
A 38ª CCMDS (1GRP) integrada no B. CMDS. segue para Mansabá a fim de apioar a Operação ''FANTÁSTICA OUSADIA''

FORÇA EXECUTANTE - 38CC (1GRP) ACTUANDO ISOLADAMENTE
DURAÇÃO - 48h

-Patrulhamento ofensivo com emboscada na região de GAFANDA-FANJOQUITO

RESULTADOS OBTIDOS - Os constantes no relatório do BCMDS

Durante o periodo de 11JUL/22JUL, alguns acontecimentos que envolveramm a PM-CMDS AFRCS e 38CC, na cidade de Bissau (Ver TESTEMUNHOS) que pela gravidade dos mesmos, levariam o COMCHEFE do CTIG a tomar algumas medidas que iriam mexer com o rumo da 38ª CCMDS.

- A retirada da PM de todo o serviço de guarda ao PALÁCIO PRESIDENCIAL
- A PM durante um período é escalada para fazer escoltas ao mato
- A PM é substituída no Palácio por forças da 35ª CCMDS e alguns elementos da 38ª. CCMDS. (16JUL73)
- A 38ª CCMDS abandona a cidade de BISSAU

31 AGOSTO 1973
Pela MSG CONFIDENCIAL 2906/C a 38ª CCMDS deve seguir para NOVA LAMEGO a fim de reforçar as forças de intervenção do CAOP2, sendo empregue na área de BORUNTUMA e regiões a SUL de CANJANDUDE, SUL CABUCA e CANQUELIFÀ.

Obs: Toda a área descrita fica situada nas linhas de fronteira com a GUINÉ-CONAKRY, ai iríamos permanecer todo o SET73, afinal umas ''férias'' como recompensa pelo ''bom'' comportamento... 'O ''CACO BALDÈ'' não dormia...


PERIODO DE 1 SETEMBRO A 30 SETEMBRO 1973

1 SETEMBRO 1973 - Pelas 08h00 , 03 grupos de combate seguem via aérea para NOVA LAMEGO
3 SETEMBRO 1973 - 1GRP CBT regressa de Mansabá para Bissau
4 SETEMBRO 1973 - 01 grupo de combate segue via aérea pelas 08h00 para NOVA LAMEGO onde se reune á Companhia.

 


4 SETEMBRO 1973
2 grupos de combate da 38ª CCMDS. executam a acção ''TRAGA MOUROS'', nas regiões de SINCHA e CALABÁ .
Duração - 48horas

10 SETEMBRO 1973
ACÇÃO ''KAISER I''
FORÇA EXECUTANTE - 38ª CCMDS.
MISSÃO - PATRULHAMENTO OFENSIVO E EMBOSCADAS NA REGIÃO DE BORUNTUMA
DURAÇÃO - 36HORAS



16 SETEMBRO 1973
ACÇÃO ''KAISER II''
FORÇA EXECUTANTE - 38ª CCMDS.
MISSÃO - PATRULHAMENTO E EMBOSCADAS NA ÁREA DE CANQUELIFÁ COM MISSÃO DE INTERCETAR MOVIMENTO IN VINDO DA GUINÉ- CONAKRY.
DURAÇÃO - 36HORAS



20 SETEMBRO 1973
ACÇÃO ''CATATUA''
FORÇA EXECUTANTE - 01 BI-GRUPO DA 38ª CCMDS
MISSÃO - PATRULHAMENTO OFENSIVO E EMBOSCADA NA REGIÃO SUL CANJADUDE
DURAÇÃO - 48HORAS


27 SETEMBRO 1973
ACÇÃO ''SELIM LIGEIRO''
FORÇA EXECUTANTE - 01 BI-GRUPO DA 38ª CCMDS.
MISSÃO - PATRULHAMENTO OFENSIVO COM EMBOSCADA NA REGIÃO DE BORUNTUMA.
DURAÇÃO - 48HORAS

PERIODO DE 01 OUTUBRO A 31 OUTUBRO 1973

16 OUTUBRO 1973
ACÇÃO ''KAISER II''
FORÇA EXECUTANTE - 38ª CCMDS.
MISSÃO - PATRULHAMENTO OFENSIVO E EMBOSCADA NA REGIÃO DE CANQUELIFÁ
DURAÇÃO - 24 HORAS


18 OUTUBRO 1973
ACÇÃO ''KIRIES III''
FORÇA EXECUTANTE - 38ª CCMDS.
MISSÃO - EMBOSCADA NA REGIÁO DE BORUNTUMA/GUINÉ-CONAKRY
DURAÇÃO - 24 HORAS

NOTA - Todas as acções executadas pela 38ª CCMDS foram planeadas pelo Gabinete de Operações do CAOP-2 estacionado em Nova-Lamego.
Todos os resultados obtidos foram encaminhados para análise e considerados confidenciais. Todo o material apreendido (Documentos) ficaram na posse desse mesmo Gab. Operacional os relatórios das acções que estavam na posse do CAOP-2 nunca chegaram a ser re-enviados para serem averbados na história da 38ª CCMDS.



20 OUTUBRO 1973
Pela mensagem confidencial n. 4.417/6 , a 38ª. CCMDS. deixa de reforçar as tropas de intervenção do CAOP-2 , devendo regressar ao BAT. CMDS. da GUINÉ com destino ao CMI- CUMERÈ.

 

38ª CCMDS em Nova Lamego
CHEGADA A 01SET73 / REGRESSO A BISSAU A 02NOV73

Permaneceu a 38ªCCMDS 60 dias em Nova Lamego, reforçando as tropas de intervenção do CAOP-2.

Durante este período, os 4 grupos de combate que formavam a CIA á chegada, por motivos de doenças várias, desembarcou em Bissalanca-Base Militar, com menos 40% dos efectivos. Segundo relato dos Oficiais que estiveram presente, mal chegavam para formar 3 grupos. Razões?

Nova Lamego (Gabú) fica situado na zona Leste da Guiné, local onde se situava o comando de operações do CAOP-2. A missão da 38ªCCMDS como tropa de intervenção, era actuar no triângulo Nova Lamego - Boruntuma - Pirada , território encravado entre a Guiné Francesa e o Senegal.

A estrada de alcatrão ia de Bafatá a Piche, o resto eram picadas.

O exigido á 38ªCCMDS enquadrava-se numa actividade normal para tropa Especial. E tudo correria bem se os CMDTS do CAOP-2 e os Oficiais de Operações, nos dessem as mínimas condições para o desempenho, muito exigente fisicamente, para a área de intervenção.

Embora Nova Lamego tivesse um quartel novo, foi a 38ªCCMDS mandada alojar num barracão que em tempos fora um aquartelamento (já desactivado á muito).

Alojamento péssimo, com o pessoal a dormir em colchões pneumáticos e algumas camas ferrugentas que por lá estavam. As instalações sanitárias eram um foco de doença, a água (de má qualidade e sem filtros) para consumir tirada numa bomba antiga de roda.

Refeitório, era um barracão degradado, a comida péssima , sendo a ração de combate a 1ª opção. Nesse perímetro estava alojada a 38ªCCMDS sem excepção. Pelas degradantes condições, começou a verificar-se o aparecimento de muitas mazelas no pessoal, a maioria a nível de pele e paludismo. Apesar de muitas baixas, cumpriu sempre a 38ª CCMDS as missões que lhe foram confiadas .

Ainda hoje quando falamos em Nova Lamego, nunca entendemos o porquê da atitude enfatuada de alguns Srs. Oficiais do CAOP-2 para com a 38ªCCMDS.

''Deram-lhes'' um ''Brinquedo'' que nunca souberam usar!

Repare-se que nesta altura , já a 38ªCCMDS, estava no terreno da Guiné , com centenas de intervenções, 14 meses de mosquitos , muitos feridos e mortos ás costas.

Foi tão mau o resultado da ''brincadeira'' dos ''brilhantes oficiais'' do CAOP-2 , que a 38ªCCMDS depois de regressar ao BAT. CMDS. da Guiné, seguiu para um período de refrescamento e recuperação de 15 dias no CIM-CUMERÈ.

 

PERIODO DE 1 NOVEMBRO 1973 a 30 NOVEMBRO 1973

3 NOVEMBRO 1973
Pelas 07h00 horas , a Companhia inicia via aérea o regresso de NOVA LAMEGO para o CMI- CUMERÉ

H.U. CAP.III PÁG.35 ANEXO 34
Doentes não devido a combate que baixaram ao H.M.B.

10 NOVEMBRO 1973
Evacuado do H.M.B. para o H.M.P. ,via TA, CAP. INF. CMD. NM042048/63 VICTOR MANUEL PINTO FERREIRA

12 NOVEMBRO 1973
PELA NOTA nº. 355.6 de 10Nov73 da 2ª REP-GG_CTIG a Companhia inicia um periodo de instrução e refrescamento a cargo do comando do CMI

26 NOVEMBRO 1973
Pela mensagem confidencial nº4761/C , deve a 38ª. CCMDS regressar do CMI-CUMERÉ para o BAT. CMDS. da GUINÉ

 


22 DEZEMBRO 1973 A 1 DE JANEIRO 1974

Operação Galáxia Vermelha

Ver mais detalhes...



9ª e 10ª baixas da 38ª CC

 

1974

H.U. CAP.II PÁG 37

PERIODO DE 01 JANEIRO A 31 JANEIRO DE 1974

Entra a 38ªCCmds no ano de 1974 , 18 meses de actividade operacional intensa, desenvolvida de, N. a S. , E. a O. Actuámos em todos os cenários de guerra , entrámos em todos os santuários do PAIGC , enfrentámos o IN nas condições mais desfavoráveis, chorámos os mortos, tratámos das feridas e entramos o ano de 74, vindos do Cantanhêz rumo ao BCmds em Brá. É pois com expectativas, que no início de Janeiro de 1974, que como sub-unidade do BCmds da Guiné, aguardamos o final da comissão, que pensamos seria breve.

Operação Galáxia Vermelha - LDG Bombarda Guiné
2 JANEIRO 1974
PELAS 11H00 A COMPANHIA, INTEGRADA NO BAT-CMDS REGRESSA DE CADIQUE PARA BRÁ-BISSAU.

16 JANEIRO 1974
PELAS 09.00HORAS. A 38ª. Cª. CMDS SEGUE PARA TEIXEIRA PINTO EM COLUNA AUTO

ACÇÃO - PATRULHAMENTO OFENSIVO COM EMBOSCADAS AO LONGO DO INTENERÁRIO TEIXEIRA PINTO-BATUCAR

FORÇA EXECUTANTE - 04 GRUPOS DE COMBATE

DURAÇÃO - 24.00 HORAS

PLANOS ESTABELECIDOS PARA A ACÇÃO; CONFORME MSG Nº704 DO COP DO BCAÇ 4615 , OS GRUPOS DE COMBATE PATRULHAM E MONTAM EMBOSCADAS NAS ZONAS, CALEQUISSE/CAIÓ/BATUCAR A FIM DE INTERCETAR MOVIMENTO IN VINDO DE JETA.

RESULTADOS OBTIDOS. OS CONSTANTES NO REL OP DO BCAÇ 4615

17 JANEIRO 1974
PELAS 14.00 HORAS A COMPANHIA REGRESSA DE TEIXEIRA PINTO AO BAT-CMDS

 

H.U. CAP.II PÁG.38

PERIODO DE 01 FEVEREIRO A 28 FEVEREIRO DE 1974

22 FEVEREIRO 1974
A COMPANHIA INTEGRADA NO BATALHÃO DE ''COMANDOS''. SEGUE PARA A VILA DO CACHEU EM COLUNA AUTO , ONDE UMA PARTE DO BATALHÃO DESEMBARCA , REGRESSANDO A 38ª A TEIXEIRA PINTO , ONDE FICA ÁS ORDENS DO COMANDO DO BAT.

24 FEVEREIRO 1974
PELAS 02,00 HORAS A 38ª CCMDS SAI DE TEIXEIRA PINTO COM DESTINO A BULA.

24 FEVEREIRO 1974
OPERAÇÃO ''SEARA ENCANTADA''

Operação Seara Encantada - Comandos Guiné 1974

MISSÃO - ANIQUILAR , CAPTURAR E DESARTICULAR ORGANIZAÇÕES IN NA REGIÃO DO CHOQUEMONE

FORÇA EXECUTANTE - 04 GRUPOS DE COMBATE DA 38ª CCMDS

DURAÇÃO - 52 HORAS

RESULTADOS OBTIDOS - OS CONSTANTES NO RELATÓRIO DA OP/BCMDS


26 FEVEREIRO 1974
A COMPANHIA REGRESSA A BISSAU-BRÁ, ONDE CHEGA PELAS 17.00 HORAS.

O mês de Fevereiro74 ficou marcado por acontecimentos trágicos, dos quais a 38ªCCmds, iria ser atingida de forma mortal. Por se encontrar acantonada no BCMDS em Brá, entre operações, todo o pessoal em descanso se deslocava para a cidade de Bissau, idas ao cinema, jantar os bons bifes, ou saborosas ostras, nos vários restaurantes da cidade, outros, a maioria , procurava os cafés, para amena cavaqueira pela noite dentro, em grupos da 38ª ou amigos conterrâneos que passavam pela cidade, vindos do mato. Quase todo o pessoal da 38ª tinha os seus poisos favoritos, mas onde normalmente de juntavam os ''Comandos'' era no Café Ronda. Nunca o saberemos, mas talvez por isso, na trágica noite de 26 Fevereiro, uma actuação subversiva, estratégicamente planeada pelos terroristas do PAIGC , levou morte e destruição a uma centena de jovens, alguns deles eram civis que viviam na cidade. Continuamos a pensar que o alvo seriam os ''Comandos'', em particular. Até por a data do acontecimento, ser a do regresso da 38ª a Brá BCMDS, de uma operação, sabendo-se que isso levaria a maioria da Cia á noite da cidade.

 

DIA 26 FEVEREIRO 1974
Cidade de Bissau. Café Ronda, Av. do Governador. 21.00 horas. Um engenho explosivo colocado por debaixo do tampo de uma mesa explode. Um dos empregados de mesa tem morte imediata. Seis feridos graves e 62 ligeiros é o balanço imediato. Vejamos como a 38ª seria afectada;

Feridos em combate evacuados para o H.M.Bissau

1º cabo Cmd Amândio da Silva Carvalho (ver relatório OP Março)
Soldado Cmd José da Silva Ferreira
Soldado Radiote António Vilaça Gonçalves
 

 H. U. - CAP.II - PÁG. 39

PERIODO DE 01 MARÇO A 31 DE MARÇO DE 1974

7 MARÇO 1974
A 38ª Companhia de Comandos embarca na LDG '' MONTANTE'' pelas 19H00 com destino a Cacine.

8 MARÇO 1974
A Companhia Chega a Cacine pelas 09H00 onde permanece á disposição do COP-5

10 MARÇO 1974

11ª baixa da 38ª CC
APÓS TER PERMANECIDO CERCA DE 12 DIAS INTERNADO E EM COMA, NO HOSPITAL MILITAR DE BISSAU, POR FERIMENTOS SOFRIDOS NO DIA 26 FEVEREIRO 1974, MORRE O 1ªCABO ''COMANDO'' NM-153258/71 AMÃNDIO DA SILVA CARVALHO DA 38ªCOMPANHIA DE COMANDOS.


A 38ªCCMDS EM CACINE

Cacine fica situada na região de Tombali, margem esquerda do Rio de Cacine.

Durante a nossa permanência, assegurávamos diáriamente uma coluna militar, de ida-volta ao destacamento de Cameconde, distava cerca de 6km a sul de Cacine.

Para um lado e outro era sempre feito a picagem do terreno.

Um destacamento completamente fechado na mata, com a dimensão de meio campo de futebol, tinha a defesa assegurada por um pelotão de Art. e mais um pelotão de combate.

Pelo seu isolamento e pela agressividade do IN nesta zona, (Tombali) a 38ª CCmds patrulhava muitas das zonas circundantes a Cacine.

Transportada pelo 21ªDFA, nos botes ''zebro'', Grupos de Combate da Cia subiam o Rio de Cacine até Gadamael-Porto, patrulhando o rio e margens em busca de embarcações IN.

17 Março 1974
Acção de patrulhamento ofensivo nas matas de Guileje.








Força executante - A 38ª Companhia de Comandos a 4 Grupos de Combate

Planos estabelecidos - Subir o Rio de Cacine em botes Zebro até ao afluente Rio de Tenhegue progredindo até á Mata de Mejo com emboscada no ''Corredor de Guileje''. Fazer a esta altura a junção com o grupo Comandos ''os Vingadores'' do Alf. Cmd Marcelino da Mata.
Emboscar os trilhos usados pelo IN vindos de Kandiafara .

Duração - 24 Horas

RESULTADOS OBTIDOS - Os constantes no relatório entregue ao Com. Ope, do COP-5

 

H.U. -CAP. II- PÁG.40

PERÍODO DE 31 MARÇO A 22 ABRIL DE 1974

3 ABRIL 1974
A COMPANHIA REGRESSA DE CACINE AO BAT-CMDS ONDE CHEGA PELAS 16H00.

Nota - A esta altura a 38ª CCmds. atingia 21 meses de actividade operacional, tudo levando a crer que estaria perto o sua rendição.

Em Lamego, elementos da 38ª regressados mais cedo, ministravam no CIOE instrução á CCmds 4041, a qual pela informação recolhida estaria a terminar. Por esse motivo foi decidido pelo CMDT do BAT-CMDS da Guiné, manter a Cia em Brá, aguardando a chegada da rendição para ainda lhes ministrar IAO.

22 ABRIL 1974
12 praças chefiados pelo Alf. Cmd Mendes da Silva deslocam-se para Teixeira- Pinto a fim de preparar alojamentos para a CCmds 4041, zona onde iriam receber instrução de ambientação.

Nota - Devido aos acontecimentos do 25  de Abril de 1974, a chegada da CCmds 4041 á Guiné não acontece no mês de Abril.
A 38ª CCmds aguarda no Bat-Cmds o desenrolar dos acontecimentos.

PERÍODO DE MAIO 1974

Devido aos acontecimentos de grande agitação social que se vão registando por toda a Guiné, resultante do golpe militar do 25Abri74, em alguns Quartéis das NTs instala-se a confusão, com os Cmdts dos mesmos a não se conseguirem fazer obedecer.

Em Bissau, manifestações instigadas e controladas pelo PAIGC descambam em violência, com os comerciantes, brancos e outros a serem ameaçados de morte.

Perante a insegurança instalada, a 38ª CCmds prossegue a sua actividade operacional de uma outra forma.

Rondas permanentes na Cidade de Bissau, asseguram o funcionamento regular do comércio, evitam pilhagens e agressões, e asseguram a segurança dia e noite ao Palácio do Governador.

03 MAIO 1974
A 38ª COMPANHIA SE COMANDOS PASSA A CONSTITUIR FORÇA DE RESERVA DO COMBIS (COMANDO MIL.BISSAU), ACTUANDO EM DIVERSOS
PONTOS DO SECTOR. (A base de OP passa a estar localizada no C.O.E., Quartel da Amura em Bissau.)

10 MAIO 1974
Um grupo composto por Sargentos e Praças, é enviado a Bolama, a fim de sanar situações de indisciplina militar. Os mesmos prestarão todo o auxilio junto do Comando da Unidade.

15 MAIO 1974
Chega á Guiné e ao BAT_CMDS a Cia de CMDS 4041 para rendição OP da 38ª CCmds.

19 MAIO 1974
Foram destacados para TEIXEIRA PINTO, vários Oficiais Sargentos e Praças com a finalidade de procederem á instrução Operacional da Companhia de ''COMANDOS'' 4041.

 

H.U . CAP.II PÁG.42

PERIODO DE 31 DE MAIO 1974 A 30 JUNHO DE 1974

ULTIMO MÊS DE COMISSÃO OPERACIONAL DA 38ª COMPANHIA DE ''COMANDOS'' NO CTIG DA GUINÉ PORTUGUESA

A COMPANHIA CONTINUA A CONSTITUIR FORÇA DE RESERVA DA ''COMBIS'' ACTUANDO EM DIVERSOS PONTOS DO SECTOR

12 JUNHO 1974
Regressam ao BAT. DE COMANDOS vindos de Teixeira Pinto os Sargentos e Praças que procediam á instrução Operacional da Companhia de ''COMANDOS'' 4041.

27 JUNHO 1974
Regressam ao BAT. COMANDOS vindos de Teixeira Pinto os Oficiais que procediam á instrução Operacional da Companhia de ''COMANDOS'' 4041.

30 JUNHO DE 1974
A 38ªCOMPANHIA DE ''COMANDOS'' EMBARCA PELAS 10 HORAS PARA A METRÓPOLE VIA TAM, SEGUNDO O TEXTO DA MENSAGEM Nº 5990 DE 27JUNHO DE 1974 EMANADA PELO COMANDO MILITAR DA GUINÉ.

30 JUNHO DE 1974
A 38ªCOMPANHIA DE ''COMANDOS'' DESEMBARCA PELAS 16H'00 EM LISBOA, AEROPORTO DE FIGO-MADURO, SENDO TRANSPORTADA EM VIATURAS MILITARES PARA O QUARTEL RAL-1 EM LISBOA , ONDE SE PROCEDE AO ESPÓLIO DOS MATERIAL EM PODER DO PESSOAL.

É ENTREGUE O ''PASSAPORTE '' DE PASSAGEM Á DISPONIBILIDADE E CESSA NESSE MOMENTO TODA A ACTIVIDADE OPERACIONAL PARA OS FINS QUE FOI CONSTITUIDA A 38ª COMPANHIA DE COMANDOS.

 

 

Mapa de Operações

Nota: A cronologia operacional da 38ª Companhia de Comandos encontra-se ainda em construção.


Trigésima Oitava Companhia de Comandos
A Sorte Protege os Audazes
Guiné 1972 - 1974

Alguns dos conteúdos disponíveis neste website podem chocar pessoas mais sensíveis.
Recomendamos discrição na visualização dos mesmos.

Todos os direitos reservados © 2015.