Emblema da
38ª Companhia de Comandos
"Os Leopardos"



Gen CMD Pinto Ferreira
MENSAGEM DO COMANDANTE DA 38ª COMPANHIA DE COMANDOS


O respeito e consideração que sempre vos dediquei foi agora coroado pelo reconhecimento com que o Exército quiz assinalar a vossa admirável contribuição durante a comissão que com coragem, determinação e muito sacrifício cumpriste na Guiné.

Os meus parabéns com o sentimento com que recordo aqueles que ja partiram e não podem connosco congratular-se por tão honrosa distinção. COMANDOS. Mama Sumae, Leopardos.

General CMD Pinto Ferreira
13MAI2016

 

 

 

 

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO
ORDEM DO EXÉRCITO - 1ª SÉRIE - Nº 02/29 DE FEVEREIRO DE 2016


Louvo a 38.ª Companhia de Comandos pela forma extraordinariamente heroica e eficaz como desenvolveu uma intensíssima atividade operacional, guiada por um inexcedível sentido de missão e plena de agressividade, audácia e coragem permanentes, quando empenhada no teatro de operações da Guiné, de junho de 1972 a junho de 1974.

Unidade bem enquadrada, coesa e instruída, com elevada preparação técnica e tática, denotou singular facilidade de adaptação ao terreno e a forma de atuação do inimigo, assim como excecional força, ardor bélico e intrepidez em todas as situações, tendo obtido resultados notáveis que muito contribuíram para o sucesso nas operações e para o cumprimento da missão que lhe estava confiada.

Atuando em condições extremamente difíceis e perigosas, todos os elementos da 38.ª Companhia de Comandos denotaram elevada determinação e destemida valentia, serena energia debaixo de fogo, invulgar iniciativa, permanente sangue frio e total confiança. O brilhantismo operacional da Companhia foi confirmado em todas as situações de combate inerentes às operações em que esteve envolvida, de que merecem especial destaque as seguintes:

“FEITURA 1”, “FEITURA 2”, “ÁGUIA ERRANTE”, “JAMANTA”, “JUVENCA”, “JAVALI”, “EMPRESA TITÂNICA”, “GENTE VALOROSA”, “JUSANTE”, “JOGADA XIII” e “GALÁXIA VERMELHA”.

É igualmente justo realçar, da atividade operacional desenvolvida, a execução de patrulhamentos ofensivos em dias consecutivos e por longos períodos, assim como a escolta a diversas colunas. Também nestas ações foram patentes a superior abnegação, o incomparável espírito de corpo, o assinalável destemor, a exímia capacidade tática e a elevada versatilidade e adaptabilidade dos militares empenhados, não só a título individual, mas sobretudo em termos coletivos.

Do distinto historial da 38.ª Companhia de Comandos sobressaem as inúmeras baixas infligidas no inimigo e o diverso material e documentação capturados, que se revelaram fundamentais para o desgaste da sua capacidade operacional e para o conhecimento da sua organização.

Pelos feitos de armas de excecional valor, onde avultam as retumbantes vitórias alcançadas, a 38.ª Companhia de Comandos, do extinto Comando Territorial Independente da Guiné, é inteiramente merecedora de reconhecimento público pela sua brilhante atuação no cumprimento do dever, da qual resultou lustre, prestígio e honra para o Exército e para Portugal.

Lisboa, 09 de novembro de 2015.
O Chefe do Estado-Maior Do Exército, Carlos António Corbal Hernandez Jerónimo, General.



VER OU DESCARREGAR O LOUVOR EM VERSÃO PDF

VER OU DESCARREGAR O LOUVOR EM VERSÃO IMAGEM PNG




Trigésima Oitava Companhia de Comandos
A Sorte Protege os Audazes
Guiné 1972 - 1974

Alguns dos conteúdos disponíveis neste website podem chocar pessoas mais sensíveis.
Recomendamos discrição na visualização dos mesmos.

Todos os direitos reservados © 2015.